Titulo impactante

O mais importante que uma boa matéria é um título impactante. 80% das pessoas não leem o texto todo, só o título, já formulam suas opiniões e logo espalham por ai.

Ler dá trabalho e somos um país que não lê e a internet está nos provando cada vez mais isso. O público se baseia em seu próprio (pré)preconceito para dar uma opinião. A maioria das pessoas ouve apenas um só lado da história (e geralmente o lado que reforça a sua opinião), porque ultimamente as pessoas não estão ouvindo nem a história propriamente dita. O que vem acontecendo na internet é que, de um modo geral, as pessoas não têm o menor comprometimento com o impacto da sua opinião.

A sede por falar mal e “desmascarar” alguém é muito grande. Tanto faz se a notícia é verdadeira ou falsa. Se sai em algum lugar que chiquinho scarpa vai enterrar um carro de luxo no quintal, imediatamente alguém irá publicar no seu Facebook ou no twitter: Esse imbecil é isso é aquilo… Aí, no dia seguinte, se descobre que isso foi uma notícia completamente mentirosa. Esse mesmo alguém jamais irá dizer publicamente que errou . O importante não é ter uma opinião fundamentada, o importante é ter opinião. Qualquer que seja. De preferência que agrida, desmoralize alguém . E, como se não bastasse o público em geral, alguns jornalistas/formadores de opinião tecem comentários e escrevem artigos em cima de casos completamente deturpados, criando assim uma enorme bola de neve com resultado devastador.

O que fica para quem ler é que provavelmente fulano deve ser o errado, afinal sera mais prazeroso espalhar boatos do que questionar a veracidade dos fatos. Se aprofundar da trabalho, por isso, nos tornamos rasos. Todo mundo é formador de opniao para determinado grupo, mas o que todo mundo finge nao saber é que da mesma forma que a palavra tem o poder de curar, ela tbm aniquila, fere, agride e machuca mta gente, por tanto, o povo vem perecendp por falta de conhecimento. Quem sempre passa adiante o que ouve ou le sempre é cumplice do bem ou do mal impregnados em seu contexto.
Na dúvida… calemo-nos!
(adap. do texto caderno2)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s